Casaquinho de Bebê verde água – Passo a passo

Vou postar o Passo a Passo do casaquinho. É muito fácil e fica lindo !!!

Comece fazendo uma corrente de 92 pontos , depois faça ponto alto separando cada parte do casaquinho por duas correntinhas. Contando 15 pontos para a frente, 16 pontos para cada manga, 30 pontos para as costas. Depois volte fazendo pontos baixos, continue repetindo até 10 carreiras. Em cada mudança de parte do casaquinho, aumente um ponto. Assim  a pala do casaquinho tomará a forma. Observe na foto:

A seguir inicie os pontos fantasia, deixando 6 correntinhas de espaço na cava de cada manga.

 

Por último faça as mangas, com carreiras circulares ao redor das cavas. Arremate todo o casaquinho com 3 c , 1 pa, 1 pb.

Está pronto ! Viu que lindo !

Gráfico do Ponto Fantasia:

ponto fantasia

Comments

  • Fiz um casaquinho verde-água igual este. Coloquei a fita de cetim no meu casaquinho, ele ficou grande, não sei se adianta colocar esta fita. Usei fio grosso e mudei a agulha com o passar do tempo o casaquinho ficou grande. Não liguei porque não tenho como mudar, mas tem uma Revista que tem uma menina de 3 anos com um casaquinho destes. O primeiro fiz com agulha de crochê 2,5 cm porque minha mãe disse que é melhor para usar com lã. A argola que forma no crochê ficou pequena para aquele trabalho e mudei de agulha para uma maior acho que é 4 cm de barbantes. Não tenho certeza porque é uma agulha que minha mãe comprou no Japão e a numeração é diferente. Este é o problema do crochê. Tem como me ajudar?

    • Oi Cléa,

      A lã que você deve usar é a lã bebê. A agulha é de número 2. O tamanho do casaquinho às vezes varia conforme o ponto da pessoa. Caso vc tenha ponto mais largo use agulha mais fina. Você também pode diminuir o número de pontos ao iniciar o casaquinho, conservando a mesma proporção, para que o casaquinho fique menor. Por exemplo: inicie o seu trabalho com 88 correntinhas, sendo 14 e 14 pontos na frente, 16 e 16 pontos nas mangas e 28 pontos nas costas.

  • Minha prima teve uma filhinha. Não tenho culpa que são esposas de médicos que gostam de roupas de bonecas. Perguntei para os estilistas se podia mudar as medidas da manga. Vi uma menina com um casaquinho de crochê e a manga apertava. Por que não vivem no mundo das socialites, longe de todo mundo? Doei um casaquinho destes verde-água para a igreja e não foi neste site que comentei o casaquinho. Não tenho culpa que os médicos gostem de moças que não pensem. Não existe moda para crianças. Façam que nem as japonesas e deixem seus filhos sem roupa. Sou paulista, nasci na cidade pare de ensinar as pessoas. Gosto mais daqui o sul deve ser um lugar horrível para se viver. Gente chata porque não se casam com médicos japoneses tem contato com vírus o tempo todo. Sacaneiam com todo mundo, até parece que gosto de documento porcaria de mãe solteira. Todos são muito parecidos meio-irmão. Ninguém perde tempo ouvindo gente chata.

  • Os médicos não gostam das mulheres porque do jeito que o Brasil é grande todas deveriam estar trabalhando. Se não estiver trabalhando não irá receber o FGTS e com certeza a aposentadoria. Ninguém precisa gostar de ninguém. Principalmente, dos médicos japoneses que são estrangeiro por isso são encrenqueiros e jogam um contra o outro. No hospital só tem estrangeiro trabalhando, todos os médicos devem ser estrangeiros. As enfermeiras geralmente são gordinhas. Acho que todas as moças estão em cassa. Queria sair daqui e ir para a casa do moço brasileiro. Minha mãe é folgada porque ela venho como empregada doméstica e se deu bem porque se casou com meu pai. Não tenho lugar para ir na casa dos outros. Os dois que entraram na minha casa são filhos de médicos. Vou continuar sendo brasileira e má.

  • Não é bom ouvir muito as descendentes de japoneses quando se trata de roupas de criança porque elas gostam de roupas de boneca. Perdem tempo fazendo curso de estilista para mudar as medidas. Minha mãe conseguiu as receitas delas de roupas que nunca vão entrar em ninguém. O problema delas é que elas gostam muito de moda. A NHK mostrou que eles são americanos que vivem em um deserto porcaria que não contato com nada. Meus tios se casaram com brasileiras os descendentes de japoneses também são estrangeiros. Todos que conhecem elas se dão mau só ver o site de crochê. Scanneei uma receita de blusa de crochê e um colete de tulipas e dei para uma pessoa. Teve uma moça que inventou uma blusa de crochê cm tulipas. Não custava ela dar o gráfico certo para esta moça se encomendam as coisas. As japonesas são pessoas ruins. Talvez na Daslu venda estes casaquinhos porque a Europa é fria.

  • Estava vendo o site de crochê teve uma moça que fez porta-garrafa. É idéia do Japão não temos o costume de usar. Avisei à ela que as japonesas colocam a capa na bolsa. Lá tem muitas máquinas de refrigerantes, por isso compram o refrigerante e devem colocar dentro. Comprei um porta-lenços no Japão e o pano encolheu. Ganhei um que vinha como brinde e estava usando. Dava para usar porque o formato do lenço de papel era o mesmo do Japão. Pedi para a Kleenex não mudar a máquina. O mesmo formato não voltou, não tive como usar o porta-lenço. Está encostado. Capa de tudo é uma porcaria porque o formato das coisas muda demais. Não tem como usar.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

93 − = 86